O Adeus do Nove

22/02/2011

Como amante do futebol, não poderia deixar de prestar uma breve homenagem a Ronaldo, aposentado há dez dias.

Jogador e homem humilde, aguentou calado provocações sobre seu peso, sendo que o excesso se devia ao hipotireodismo. Inteligente, investiu os milhões de dólares que ganhou durante a carreira numa empresa chamada R9, que explora sua própria imagem e agencia jovens atletas.

Ronaldo foi atrapalhado por lesões gravíssimas, que quase deram um final prematuro à sua vida no futebol. É o único atleta que conheço que teve dois auges na carreira. Foi considerado o Melhor Jogador do Mundo em 1996 e 1997, machucou-se seriamente, porém superou todos os prognósticos pessimistas e voltou ao topo em 2002, sendo a principal peça brasileira na conquista do pentacampeonato mundial.

O eterno camisa 9 tem o terceiro rosto mais conhecido no planeta. Ao final da carreira, não pensou em jogar na Árabia Saudita ou Estados Unidos, em busca de dinheiro. Aceitou o desafio de defender o Corinthians. E, ao sair, chamou mais atenção do que qualquer atleta que estivesse em destaque nos gramados.

Ronaldo errou. Errou muito. Porque é humano. Fará muita falta nos campos, mas deve continuar com suas ações filantrópicas, alegrando pessoas pelo mundo de uma maneira ainda mais eficaz.

Anúncios

Futebol à moda antiga

29/01/2011

Na última semana, as rádios brasileiras transmitiram diferentes partidas de futebol. Futebol-arte, jogos truncados, incríveis craques e zagueiros com chuteiras de aço se misturaram nos gramados da América Latina. O rádio que eu usei, no entanto, estava com uma interferência terrível, fazendo com que eu não conseguisse entender certas palavras ditas pelos locutores. Veja se você consegue decifrá-las, aproveitando para me ajudar a compreender o que se passou nas partidas 1 e 2.

 

1-“E vem a equipe da casa com a bola dominada. Não acha espaço pelo meio, volta a bola para a zaga. Passamos dos 30 minutos do segundo tempo e até o momento não temos gols… Olha a bola lançada para o ataque, grande chance! (Suspense) Uh! A bola foi em direção ao ____A____, ele tentou correr… Mas não alcançou, pela quinta vez. E tome contra-ataque da equipe do ____B____! Atenção, pode ser agora! A bola foi esticada… Mas já está marcado o impedimento. Você quer fazer aquela sonhada reforma na sua casa? Móveis com entrada só para depois do Carnaval e sem juros você só encontra nas Casas Bahia! Casas Bahia, dedicação total a você! O jogo está morno e parece se encaminhar para um 0 a 0. O ____C____ vai ter de suar muito na partida de volta para continuar na ____D____”.

 

2-“O time do ____E____ joga com muita facilidade pelo meio-de-campo. A bola é tocada em direção à intermediária de ataque. ____F____ se apresenta para receber. Lindo drible! Chapelou o primeiro, passou pelo segundo, deixou o terceiro no chão, tabelou com as pernas do último zagueiro, cumprimentou o goleiro, entrou com bola e tudo… GOOOOL! Golaço de ____F____! Deu a saída o time adversário; trabalha a bola pelo meio, mas a marcação é eficiente. Não há espaço para entrar na área. Pintou o chute de longe… CBN, a rádio que toca notícia! A reposição do ____E____ é rápida, a bola encontra ____F____, ele parte em velocidade, brabalarumpatakawokitopluntz! Incrível! Incrível! É mais um dele! É de ____F____! E não há tempo para mais nada. Apita o árbitro! Termina o jogo com goleada da equipe verde-e-amarela”.

As respostas estão nos “comentários”.


Tributo ao Mago

11/01/2011

Ela chega ao seu encontro apressada
Desiludida, maltratada.
Mas ele a recebe com festa
Ela é só dele, e não se empresta.

O traje não é de gala,
O tapete não é vermelho,
A dança não segue a escala
O corpo redondo é desajustado ao espelho

Ele mostra que não se importa,
Desfila a dama com gentileza.
Enquanto observam com surpresa
Na rede, ele a deixa morta

Ele é um homem grato
Não agride; conduz.
Com os adversários não faz trato,
A fria noite, enche de luz.

Mas como no mais trágico tango
Por um dia, ele a abandonou.
Arranjaram-lhe uma dama de ouro
A quem, humilde, ele aceitou.

Apesar da união arranjada,
Todos sabem que ele prefere a outra
Com quem pia, rodopia, surrupia
Que qualquer um espia, mas ninguém copia.

Gênio, craque, mestre
Este é o grande Messi.
Reconhecer o talento do argentino?
Uma obrigação que nenhum brasileiro merece.

***

Parabéns também a Marta, melhor jogadora de futebol de todos os tempos!


Paulistão 2010 invade a área

08/01/2011

Como já é de costume, o mês de janeiro é uma corrida contra o relógio para os clubes brasileiros. A pré-temporada é curta demais, a molecada que joga a inflada Copa São Paulo de Futebol Júnior mal recebe o olhar dos grandes treinadores e as diretorias correm atrás dos últimos reforços. Graças a um calendário que só pensa nos investidores e não nos atletas, no dia 15 de janeiro começa o Campeonato Paulista de 2011.

Este ano, acredito que o torneio ficará novamente com um dos quatro times grandes do Estado. Isto porque Palmeiras e São Paulo não jogam a Libertadores da América e o Santos vem está reforçado e com um time jovem que já provou seu valor. Já o Corinthians deve sair um pouco atrás, já que não tem elenco para jogar tanto o estadual quanto a Libertadores em melhor performance. Obviamente, as equipes do interior também devem conseguir de uma a duas vagas nas semifinais. O Mogi Mirim de Rivaldo deve ser uma atração especial, acompanhado pelo eficiente Grêmio Prudente e pela tradicional Ponte Preta. Confio muito também no potencial da Portuguesa. A Lusa manteve o técnico Sérgio Guedes, que já levou a Ponte a uma decisão do Paulista e, por pouco, não conseguiu com a Lusa o acesso à Série A do Brasileiro em 2009. Além disso, o time do Canindé tem feito bons campeonatos e possui um ataque formado pelos artilheiros Dodô e Dinei.

Os Quatro Grandes

O Corinthians deve jogar “para o gasto” no Paulista. Ronaldo e Roberto Carlos (que disputa com Chicão a vaga de capitão) provavelmente serão poupados de vários jogos. A equipe ainda não conseguiu encontrar um substituto para o rápido Elias. Apesar de sondar excelentes jogadores como Christian (Fenerbahçe), Alex (Spartak, ex-Inter) e Marcinho (Qatar), as únicas confirmações são o zagueiro reserva Wallace e o pouco conhecido Willian, atacante, ex-Figueirense.

O São Paulo está enfraquecido pelas saídas de Jorge Wagner e Ricardo Oliveira e promete dar atenção total à Copa do Brasil. O Tricolor merece um crédito pela revelação de novos talentos como Lucas e Lucas Gaúcho, e torce para que apareçam novos craques da base na Copa São Paulo.

Já o Santos chega muito forte. O time fez, na minha opinião, a melhor contratação da temporada, repatriando o meia Elano, que esteve na Copa do Mundo. O elenco é jovem e cheio de vontade de jogar, o que deve fazer com que a Libertadores não seja um obstáculo. Para melhorar, o técnico Adílson Batista não tem muito pulso com os atletas, o que deixará os craques Neymar e Paulo Henrique Ganso livres para infernizar adversários e o tranqüilo Edu Dracena cuidando da zaga. A situação lembra a Copa do Mundo de 1958. Durante a competição, os próprios jogadores determinaram a escalação brasileira, ignorando o treinador Vicente Feola; foi isto o que possibilitou a presença de Pelé e Garrincha em campo. Acredito que o Santos leve, novamente, o troféu para a Vila Belmiro.

O Palmeiras… Ah, o Palmeiras. Desiludido pela ausência na Libertadores. Desiludido pela não-contratação de Ronaldinho Gaúcho. Dependendo apenas das cobranças de faltas de Marcos Assunção, do humor de Valdívia e da garra de Kleber, o grande técnico Felipão deve demorar a juntar os cacos no Palestra. O torcedor já não começa o ano otimista e deve esperar por uma evolução gradual, para que, quem sabe, o Verdão se destaque no Brasileiro.