Vestir a Camisa

Com amigos da Costa Rica na Universidade de Tel Aviv. 17/11/2011.

Assim que o vídeo terminou, sem que os deputados do Knesset deixassem a parlamentar defensora da Terceira Intifada discursar, o garoto saiu de seu lugar no círculo e sentou-se na cadeira posicionada bem no centro deste. Todos o miravam. Calmamente, ele deu sua opinião sobre o assunto, de forma muito bem fundamentada. “Agora”, disse o madrich, “vista a camiseta do Hanoar Hatzioni; e volte a discorrer sobre o que acabamos de ver, não como qualquer civil, mas como representante do Movimento! Sua opinião vai mudar?”.

Este foi um dos momentos da última atividade aplicada pelos nossos madrichim para o grupo do Hanoar nesta reta final de Shnat. Semanas antes de voltarmos para os nossos países de origem, este tem sido o tom das peulot: questionar-se quanto à coerência entre opinião pessoal e a ideologia defendida pelas nossas tnuot.

Outro momento interessante proporcionado pelo Hanoar foi a visita à tradicional Universidade de Tel Aviv e ao novo Instituto IDC Herzliya, na última quinta-feira. O passeio serviu para sanar dúvidas dos interessados em seguir seus estudos universitários em Israel e também para que conhecêssemos a maior instituição de ensino superior do país.

No entanto, os Shnateiros também fizeram sua programação independente no tempo livre. Na última sexta-feira, fomos a Kfar Tavor, um povoado judaico centenário localizado aos pés do monte de mesmo nome. A comunidade possui uma grande importância histórica, por ter sido o berço da organização de autodefesa Hashomer, em 1909, e o berço de figuras como Ytzhak Rabin e Ygal Alon. Além disso, dois dias antes, viajamos ao kibutz Beit HaShitah para comer um autêntico churrasco gaúcho com amigos da Chazit de Porto Alegre.

A programação até o final do Shnat já está definida. Permaneceremos em Deganya até o dia 07 de dezembro, sendo que a última semana será reservada para atividades de encerramento e feedback, e do dia 07 ao 11 estaremos em Jerusalém. No próximo final de semana, teremos, aqui no kibutz, um seminário com a turma do Shnat do Hanoar do Hemisfério Norte (iniciado no meio do ano).

Na Terra Prometida, os ventos começam a soprar mais frios. O Sol se recolhe mais cedo e triste, bem depressa. Parece que a natureza sabe que faltam apenas três semanas. Três shabatot. A conclusão dos últimos projetos.

As últimas compras sendo planejadas. A última visita ao shuk. A aquisição das últimas camisetas, e a escolha de quais delas vamos trajar na volta para casa. Vestiremos a camisa judaica? A sionista? A israelense?

Ainda não o sabemos com clareza. A única certeza possível, neste final de novembro, é de que, por cima da camiseta da tnuá ou de qualquer outra, haverá um pesado casaco para nos proteger do frio que vem trazendo o inverno solidário.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: