O Adeus do Nove

Como amante do futebol, não poderia deixar de prestar uma breve homenagem a Ronaldo, aposentado há dez dias.

Jogador e homem humilde, aguentou calado provocações sobre seu peso, sendo que o excesso se devia ao hipotireodismo. Inteligente, investiu os milhões de dólares que ganhou durante a carreira numa empresa chamada R9, que explora sua própria imagem e agencia jovens atletas.

Ronaldo foi atrapalhado por lesões gravíssimas, que quase deram um final prematuro à sua vida no futebol. É o único atleta que conheço que teve dois auges na carreira. Foi considerado o Melhor Jogador do Mundo em 1996 e 1997, machucou-se seriamente, porém superou todos os prognósticos pessimistas e voltou ao topo em 2002, sendo a principal peça brasileira na conquista do pentacampeonato mundial.

O eterno camisa 9 tem o terceiro rosto mais conhecido no planeta. Ao final da carreira, não pensou em jogar na Árabia Saudita ou Estados Unidos, em busca de dinheiro. Aceitou o desafio de defender o Corinthians. E, ao sair, chamou mais atenção do que qualquer atleta que estivesse em destaque nos gramados.

Ronaldo errou. Errou muito. Porque é humano. Fará muita falta nos campos, mas deve continuar com suas ações filantrópicas, alegrando pessoas pelo mundo de uma maneira ainda mais eficaz.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: